Sinduscon
Login
Senha
COMAT
Corona vírus -
Norma de Desempenho de Edificações Habitacionais
Produção industrial cresce em 7 das 15 regiões em outubro
Publicada no dia 10/12/2019 às 10h42

A produção industrial registrou alta na passagem de setembro para outubro em 7 das 15 regiões pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta o levantamento divulgado nesta terça-feira (8). Em outros 7 locais houve queda e, no Paraná, a variação foi zero.

As maiores altas foram registradas em Goiás (4%) e no Amazonas (2,3%). Já a maior queda foi no Espírito Santo (-8,1%). Em São Paulo houve avanço de 1,5%, e no Rio de Janeiro o crescimento foi de 0,2%.

Na média geral do país, a produção industrial brasileira cresceu 0,8% em outubro, na terceira alta mensal seguida, conforme divulgado anteriormente pelo IBGE. Na comparação com outubro de 2018, o setor industrial mostrou crescimento de 1%, também com sete locais apontando resultados positivos.

No acumulado no ano, entretanto, o setor industrial ainda acumula queda de 1,1%. O Espírito Santo teve a maior queda, de 14,0%, pressionado, principalmente, pelos recuos assinalados por indústrias extrativas, celulose, e metalurgia

Em 12 meses, a produção nacional manteve recuo de 1,3%.

Evolução da produção industrial
Comparação com o mês imediatamente anterior, em %
0,20,2000,30,3-0,6-0,60,70,7-1,4-1,40,30,300-0,6-0,6-0,2-0,21,31,30,30,30,80,8out/18nov/18dez/18jan/19fev/19mar/19abr/19mai/19jun/19jul/19ago/19set/19out/19-2-1,5-1-0,500,511,5
Fonte: IBGE

Segundo o IBGE, foi o estado de São Paulo, que concentra 34% da indústria brasileira, que puxou a alta do índice.

“Os setores de veículos e de alimentos, com destaque para a produção de cana-de-açúcar, foram os principais impulsionadores na alta de 1,5% apresentada na produção paulista”, afirmou o pesquisador do IBGE Bernardo Almeida.

Segundo ele, o aumento da demanda por carnes também pode estar tendo influência em algumas altas, em especial nos recentes sucessivos resultados positivos do Mato Grosso, um dos locais onde a indústria de abate tem participação mais forte, que, em quatro meses, chegou ao ganho acumulado de 8,7%.

Veja o resultado de outubro de cada uma das regiões:

 

  • Amazonas: 2,3%
  • Pará: -1,3%
  • Região Nordeste: 1,2%
  • Ceará: -1,1%
  • Pernambuco: -0,6%
  • Bahia: 0,9%
  • Minas Gerais: -0,7%
  • Espírito Santo: -8,1%
  • Rio de Janeiro: 0,2%
  • São Paulo: 1,5%
  • Paraná: zero
  • Santa Catarina: -0,6%
  • Rio Grande do Sul: -0,2%
  • Mato Grosso: 0,6%
  • Goiás: 4%
Fonte: G1
Comentários
Seja o primeiro a comentar essa notícia.
Escreva seu comentário
Nome:
Email:
Comentário:
Código de verificação
Outras notícias
https://www.sinduscon-ba.com.br
@Sindusconba Adicionei um vídeo do @YouTube como favorito http://t.co/5pZ0r75j CONSTRUÇÃO CIVIL: quantidade de empregos do
Enviado em: 28/02/2012 | 20:16:41
@Sindusconba SINDUSCON–BA promove Curso de Planejamento de Obras em março - http://t.co/Z8up7NCQ.
Enviado em: 28/02/2012 | 19:11:39
https://www.sinduscon-ba.com.br
https://www.sinduscon-ba.com.br
Campanha Associativismo
Governo contratará 40 mil moradias da faixa 1,5 do Minha Casa Minha Vida
Nova Sede do SINDUSCON-BA
SINDUSCON-BA: saiba mais sobre construção civil
SINDUSCON-BA - Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia
ENDEREÇO - Rua Minas Gerais, 436, Pituba • CEP: 41830-020 - Salvador-BA.
TELEFONE:(71) 3616-6000 • Fax: (71) 3616-6001 • E-mail: secretaria@sinduscon-ba.com.br
2010 - 2020. Sinduscon. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital