Sinduscon
Login
Senha
COMAT
Prevenção de Acidentes de Trabalho na Construção Civil é debatida em Salvador
Publicada no dia 10/04/2019 às 10h23
A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em parceria com o Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon-BA) e apoio do Serviço Social da Indústria (SESI-DN), realizou ontem (09) evento regional da Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes na Indústria da Construção – CANPAT Construção,  no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia  (FIEB-BA).
A capital baiana é a sexta cidade a receber o evento de mobilização da CANPAT Construção no ciclo de 2018/2019, iniciado em outubro do ano passado, em Brasília, que tem reforçado regionalmente que prevenir não deve ser visto como custo e sim investimento. Os maiores incidentes no setor estão relacionados a choque elétrico, queda e soterramento.
Foram convidados para compor a mesa de abertura Carlos Henrique de Oliveira Passos, presidente do Sinduscon-BA, Fernando Guedes Ferreira Filho, vice-presidente de área da CBIC e presidente da Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT) da CBIC, Amélio Miranda, gerente de saúde e segurança na indústria do SESI-BA, na ocasião representando o superintendente do SESI-BA, Armando Alberto da Costa Neto e Gerta Schultz Fahel, superintendente regional do trabalho da Bahia.
O presidente do Sinduscon-BA deu às boas-vindas aos presentes e sinalizou que  com disciplina e prevenção é capaz de reduzir os índices de acidentes no setor da construção civil. “Este evento é importante para discutirmos ações de prevenção de acidentes de trabalho, em especial quedas em diferentes níveis, que ainda é uma das principais causas de acidentes do estado da Bahia. Este tema é uma oportunidade para o setor empresarial avaliar a necessidade de adoção de práticas e métodos de prevenção, a fim de evitar o acúmulo de acidentes que tanto prejudicam a vida do trabalhador a produtividade das empresas”, afirma.
Carlos Henrique ainda pontuou que a alta da informalidade contribui para o aumento dos dados de acidentes no setor. “Com o aumento do índice de desemprego, tivemos um aumento de 60% da atividade informal no setor da construção civil, e muitos operários do canteiro de obra informal não possui o treinamento, conhecimento ou se quer utilizam os equipamentos de EPI’s, contribuindo para o aumento no índice  de acidentes da construção civil”, ressalta.
Para Fernando Guedes Ferreira Filho, o vice-presidente de área da CBIC, a Segurança do Trabalho é um ato conjunto de todos os atores envolvidos.  “A empresa tem obrigação de fornecer os equipamentos de segurança necessários, os treinamentos e as condições para uma gestão eficiente. Já os trabalhadores têm a obrigação de usar esses equipamentos e de fazer com que os seus colegas também usem, ou seja, é uma questão de cultura. Por isso, a importância da CANPAT, para disseminar essa cultura prevencionista que deve atingir a todos, empresários e trabalhadores”, destaca.  
O evento teve início com o painel “Apresentação dos resultados das ações prévias realizadas junto aos trabalhadores locais” de Isnaia Cardoso da Silva, engenheira e especialista do SESI-BA. A profissional mostrou que no período de 12 a 15 de março, foram realizadas palestras sobre “Trabalho em altura” em canteiros de obra, em Salvador e Região Metropolitana e que ao todo foram visitados 06 canteiros de obra e capacitadas 685 pessoas, entre trabalhadores e equipe técnica.
Em seguida Luis Carlos Lumbreras, auditor fiscal da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho apresentou o segundo painel que teve como tema “Prevenção de Quedas por Trabalho em Altura”, onde mostrou os dados do Instituto Nacional do Seguro Social - Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência e Superintendência Regional do Trabalho (ST), no ano de 2015, o estado da Bahia teve 1.102 acidentes com queda, sendo 06 fatais e no ano de 2017 ocorreram 94 acidentes de trabalho com morte no estado da Bahia, sendo 15 no setor da construção civil. No ano de 2018 aconteceram 93 acidentes fatais no estado, sendo 09 no setor da construção.
Logo após foi a vez de Fernando Guedes Ferreira Filho, presidente da Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT) da CBIC, apresentar o terceiro painel “Gestão de SST para Terceirizados” e Fábio da Costa Gomes, representante do SESI-DN finalizou o evento com apresentação da plataforma SESI Viva +.
De iniciativa da CBIC, participam da CANPAT Construção o Serviço Social da Indústria (Sesi-DN), o Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon-BA) e a Fiscalização do Trabalho.
Fonte: Sinduscon
Comentários
Seja o primeiro a comentar essa notícia.
Escreva seu comentário
Nome:
Email:
Comentário:
Código de verificação
Outras notícias
https://www.sinduscon-ba.com.br
@Sindusconba Adicionei um vídeo do @YouTube como favorito http://t.co/5pZ0r75j CONSTRUÇÃO CIVIL: quantidade de empregos do
Enviado em: 28/02/2012 | 20:16:41
@Sindusconba SINDUSCON–BA promove Curso de Planejamento de Obras em março - http://t.co/Z8up7NCQ.
Enviado em: 28/02/2012 | 19:11:39
https://www.sinduscon-ba.com.br
https://www.sinduscon-ba.com.br
Campanha Associativismo
Governo contratará 40 mil moradias da faixa 1,5 do Minha Casa Minha Vida
Nova Sede do SINDUSCON-BA
SINDUSCON-BA: saiba mais sobre construção civil
SINDUSCON-BA - Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia
ENDEREÇO - Rua Minas Gerais, 436, Pituba • CEP: 41830-020 - Salvador-BA.
TELEFONE:(71) 3616-6000 • Fax: (71) 3616-6001 • E-mail: secretaria@sinduscon-ba.com.br
2010 - 2019. Sinduscon. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital