Sinduscon
Login
Senha
COMAT
A União Constrói
Presidente do Sinduscon-BA ministra palestra na FINNEC
Publicada no dia 24/10/2019 às 16h29
Com expectativa de movimentar cerca de R$ 150 milhões em negócios, Salvador sedia a 1ª edição da Feira da Construção Norte/Nordeste (FINNEC), após nove anos sem receber eventos de grande porte na área da construção civil.

Com entrada gratuita, a feira que teve início ontem (23) e vai até o dia 25 de outubro, na Arena Fonte Nova, recebeu um público de aproximadamente 3 mil que acompanhou palestras, capacitações e exposição de cerca de 100 empresas do setor da construção civil que apresentaram as novidades e tendências do mercado.

Com parceria da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) e apoio do Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon-BA), a feira contou ontem (23) com palestra de Carlos Henrique de Oliveira Passos, presidente do Sindicato, sobre “Cenário Econômico da Indústria da Construção Civil”.

Na palestra, Carlos Henrique abordo que a Bahia ocupa a sexta posição no ranking da economia do Brasil e apresentou dados divulgados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) demonstram que no segundo trimestre de 2019, o Produto Interno Bruto do Estado cresceu 1,3%. Algumas áreas contribuíram para esse avanço, entre elas a construção civil, que acumulou projeção positiva de 3,6% no PIB.

“Estamos saindo de uma recessão econômica, e no ambiente da construção essa recessão foi ainda mais forte, do que na economia como um todo. Isso fica mais evidente quando se compara a variação do PIB da Economia e o PIB da Construção Civil, que neste segundo semestre de 2019, apresentou 0,87% (PIB Brasil) contra 0,5% do PIB Construção Civil. Quando o país tem uma economia recessiva, todos os setores adiam investimentos, ao adiar investimentos a construção civil é o que mais sofre, já que depende essencialmente de investimento. A economia cresceu pouco de uma forma geral, e a construção civil vem aos poucos recuperando uma participação no crescimento do PIB.

Especificamente na Bahia, o principal indicador de crescimento é o emprego, e há 9 meses estamos apresentando um saldo positivo de empregos formais no setor da construção civil, isso é uma forma consistente de mostrar que estamos crescendo”, afirma Carlos Henrique.

Outro ponto abordado na palestra foi a redução da taxa básica de juros em 5,5% ano, que fez com que as instituições financeiras reduzissem as taxas de suas linhas crédito imobiliário, o que contribuiu para aquecer o mercado da construção civil. “O nosso setor depende de investimento e uma das formas de se induzir o investimento é tornar não tão atrativa a remuneração financeira. A redução da Selic tem propiciado a redução da remuneração financeira, dos ativos financeiros, criando um ambiente propício para investir o seu capital. Segundo dados do Banco Central, ocorreu um crescimento expressivo na linha de financiamento acima do FGTS, após o anúncio da queda da Selic, resultando no crescimento imobiliário de uma forma geral”, enfatiza Carlos Henrique.

As obras públicas que também poderiam ajudar o setor da construção civil, permanecem travadas em função do equilíbrio fiscal estar tênue em relação à União e ao Estado, o que paralisa o desenvolvimento sustentável da economia e da construção civil.  “O mercado de infraestrutura carece de um maior avanço no processo de PPP’s e Concessões, que vão trazer o investimento privado, para suprir estas necessidades em obras de infraestrutura que o setor público não pode suprir. Além disso, a nossa expectativa é que a aprovação da Reforma da Previdência crie uma perspectiva de melhoria futura para o setor”, informa Carlos Henrique.

O setor da construção civil está saindo da recessão, tendo um crescimento gradativo, e com a redução da Selic, o equilíbrio fiscal, aumenta o interesse em se investir em um ambiente seguro, e, consequentemente, eleva a confiança do empresariado e do consumidor.

A FINNEC segue até o dia 25 de outubro, na Arena Fonte Nova, das 15h às 21h, com palestras, expositores e capacitações. Para participar os interessados devem ser maiores de 16 anos e realizar a inscrição gratuita no site www.finnec.com.br ou no local do evento.
Fonte: Sinduscon
Comentários
Seja o primeiro a comentar essa notícia.
Escreva seu comentário
Nome:
Email:
Comentário:
Código de verificação
Outras notícias
https://www.sinduscon-ba.com.br
@Sindusconba Adicionei um vídeo do @YouTube como favorito http://t.co/5pZ0r75j CONSTRUÇÃO CIVIL: quantidade de empregos do
Enviado em: 28/02/2012 | 20:16:41
@Sindusconba SINDUSCON–BA promove Curso de Planejamento de Obras em março - http://t.co/Z8up7NCQ.
Enviado em: 28/02/2012 | 19:11:39
https://www.sinduscon-ba.com.br
https://www.sinduscon-ba.com.br
Campanha Associativismo
Governo contratará 40 mil moradias da faixa 1,5 do Minha Casa Minha Vida
Nova Sede do SINDUSCON-BA
SINDUSCON-BA: saiba mais sobre construção civil
SINDUSCON-BA - Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia
ENDEREÇO - Rua Minas Gerais, 436, Pituba • CEP: 41830-020 - Salvador-BA.
TELEFONE:(71) 3616-6000 • Fax: (71) 3616-6001 • E-mail: secretaria@sinduscon-ba.com.br
2010 - 2019. Sinduscon. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital