Sinduscon
Login
Senha
COMAT
Corona vírus -
Norma de Desempenho de Edificações Habitacionais
‘FGTS não foi criado para ser complemento de renda’, defende CBIC
Publicada no dia 14/08/2020 às 13h39
Matéria veiculada ontem (13), no BR Político do Estadão, destaca a defesa da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) à manutenção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como ‘instrumento de poupança’ e sua contrariedade a parte do Projeto de Lei 4085/20, que autoriza o trabalhador a fazer um saque extraordinário de R$ 1.045 de sua conta do FGTS, uma vez que a fonte é fundamental no financiamento da construção no Brasil.

O saque estava previsto na Medida Provisória 946/20, que foi retirada da pauta do plenário da Câmara dos Deputados a pedido do governo federal e, assim, perdeu a validade sem votação, dando origem ao projeto de lei de igual teor. A oposição, no entanto, afirma que o saque extraordinário irá movimentar a economia, além de ser uma fonte de renda à população desassistida no atual contexto de pandemia.

“O FGTS foi criado como uma proteção ao trabalhador em situações de demissões imotivadas, e não para ser um complemento de renda em momentos de crise. Além disso, ele proporciona habitação para quem precisa, especialmente à população de baixa renda. Se não existisse o FGTS, será que as 450 mil famílias que têm acesso à casa própria por ano no Brasil por meio do Fundo realizariam seu sonho? Diminuiríamos tensões sociais?”, afirmou José Carlos Martins, presidente da entidade, ao BRP.

Entre 2017 e 2019, a média anual de recursos movimentados em financiamento imobiliário com o uso do FGTS foi de R$ 52,6 bilhões, segundo a entidade, para a construção média de 452 mil unidades de moradia. Já o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) movimentou R$ 59,7 bilhões para construção e aquisição de 234 mil habitações.

O futuro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi tema de debate da live ‘Quintas da CBIC’, nesta quinta-feira (13), com a participação de representantes do governo, de deputados e de trabalhadores.
Fonte: CBIC
Comentários
Seja o primeiro a comentar essa notícia.
Escreva seu comentário
Nome:
Email:
Comentário:
Código de verificação
Outras notícias
https://www.sinduscon-ba.com.br
@Sindusconba Adicionei um vídeo do @YouTube como favorito http://t.co/5pZ0r75j CONSTRUÇÃO CIVIL: quantidade de empregos do
Enviado em: 28/02/2012 | 20:16:41
@Sindusconba SINDUSCON–BA promove Curso de Planejamento de Obras em março - http://t.co/Z8up7NCQ.
Enviado em: 28/02/2012 | 19:11:39
https://www.sinduscon-ba.com.br
https://www.sinduscon-ba.com.br
Campanha Associativismo
Governo contratará 40 mil moradias da faixa 1,5 do Minha Casa Minha Vida
Nova Sede do SINDUSCON-BA
SINDUSCON-BA: saiba mais sobre construção civil
SINDUSCON-BA - Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia
ENDEREÇO - Rua Minas Gerais, 436, Pituba • CEP: 41830-020 - Salvador-BA.
TELEFONE:(71) 3616-6000 • Fax: (71) 3616-6001 • E-mail: secretaria@sinduscon-ba.com.br
2010 - 2020. Sinduscon. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital