Sinduscon
Login
Senha
COMAT
Corona vírus -
Norma de Desempenho de Edificações Habitacionais
Construção civil lidera a geração de vagas formais no País
Publicada no dia 27/11/2020 às 11h41
A construção civil gerou 36.296 novas vagas com carteira assinada em outubro no País, resultado da diferença de 154.655 admissões e 118.359 demissões. Nos primeiros dez meses do ano, a construção foi responsável pela criação de 138.409 novos postos de trabalho e liderou a geração de vagas formais no País superando, inclusive, a Agropecuária, que, no mesmo período, contabilizou 102.911 novos empregos.

Além disso, em virtude do incremento de atividades, o setor registrou o melhor resultado do seu mercado de trabalho, para o período de janeiro a outubro, dos últimos sete anos (207.787).

Os dados do Novo Caged relativos a outubro/20 foram divulgados nesta quinta-feira (2) pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, e indicam que pelo quinto mês consecutivo a construção civil registrou resultados positivos em seu mercado de trabalho formal.

Para a economista do Banco de Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Ieda Vasconcelos, a construção segue demonstrando o dinamismo de suas atividades e a sua importância para a recuperação da economia nacional.

De junho a outubro, o setor gerou 190.860 novos empregos, o que contribuiu para a total recuperação dos postos de trabalho perdidos de março a maio. Em outubro todos os segmentos do setor apresentaram resultados positivos, o que demonstra o dinamismo mais generalizado das atividades:
  • Construção de edifícios gerou 11.676 novos postos de trabalho
  • Obras de infraestrutura 12.606
  • Serviços especializados para a Construção 12.014

Vasconcelos aponta que a Sondagem da Indústria da Construção de outubro, realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), com o apoio da CBIC, já sinalizava que o setor estava mantendo sua trajetória de crescimento. Pelo terceiro mês consecutivo o índice do nível de atividade ficou superior a 50 pontos o que demonstra o aquecimento do setor. Certamente essa alta de atividade vem estimulando o aumento do emprego conforme confirmou os resultados do novo Caged.

“É importante ressaltar que mesmo diante de dificuldades, como o desabastecimento de insumos e aumento acentuado em seus custos, o setor segue produzindo e, nos últimos cinco meses, o número de admitidos foi superior ao número de demitidos. Um dos fatores que têm contribuído especialmente com o incremento das atividades da construção é o desempenho do mercado imobiliário nacional. A baixa taxa de juros tem proporcionado um incremento expressivo no financiamento imobiliário e contribuído para dinamizar as atividades do setor”, destaca Vasconcelos.
Fonte: CBIC
Comentários
Seja o primeiro a comentar essa notícia.
Escreva seu comentário
Nome:
Email:
Comentário:
Código de verificação
Outras notícias
https://www.sinduscon-ba.com.br
@Sindusconba Adicionei um vídeo do @YouTube como favorito http://t.co/5pZ0r75j CONSTRUÇÃO CIVIL: quantidade de empregos do
Enviado em: 28/02/2012 | 20:16:41
@Sindusconba SINDUSCON–BA promove Curso de Planejamento de Obras em março - http://t.co/Z8up7NCQ.
Enviado em: 28/02/2012 | 19:11:39
https://www.sinduscon-ba.com.br
https://www.sinduscon-ba.com.br
Campanha Associativismo
Governo contratará 40 mil moradias da faixa 1,5 do Minha Casa Minha Vida
Nova Sede do SINDUSCON-BA
SINDUSCON-BA: saiba mais sobre construção civil
SINDUSCON-BA - Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia
ENDEREÇO - Rua Minas Gerais, 436, Pituba • CEP: 41830-020 - Salvador-BA.
TELEFONE:(71) 3616-6000 • Fax: (71) 3616-6001 • E-mail: secretaria@sinduscon-ba.com.br
2010 - 2021. Sinduscon. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital